Sistema de Exaustão e Ventilação para Cozinha Profissional.

O Sistema de Exaustão e Ventilação para Cozinhas profissionais tem como objetivo promover a remoção e tratamento dos vapores e gases decorrentes do processo de cocção dos alimentos, mantendo o ambiente da cozinha livre de fumaça e odores, bem como proporcionar uma renovação de ar constante mantendo a temperatura interna dentro dos limites de conforto térmico desejáveis, para um melhor desempenho dos funcionários, de acordo com as normas da ABNT NBR 14518, que regulamenta a instalação de Sistemas de Ventilação para Cozinhas Profissionais.

Um projeto de ventilação para cozinha é composto por um Sistema de Exaustão que irá captar, tratar, conduzir os vapores e gases da cozinha para a atmosfera, e um Sistema de Insuflamento de Ar Externo que fará a reposição do ar exaurido pelo sistema de exaustão.

O volume de ar insuflado no ambiente deverá ser menor que o volume de ar exaurido pelo sistema de exaustão mantendo a cozinha com pressão negativa e forçando o ar a entrar de fora para dentro do ambiente, evitando assim que ocorra dispersão dos odores da cozinha para as áreas adjacentes a mesma.

Os Sistemas de Exaustão e Ventilação são compostos pelos seguintes equipamentos:

CAPTOR conhecido popularmente como COIFA é o inicio do sistema, é instalado acima dos equipamentos de cocção abrangendo toda sua área. Atualmente as mais utilizadas são:

  • Coifa central ou de Ilha utilizada em áreas de cocção central.
  • Coifa de parede utilizada em áreas de cocção encostadas em paredes.
  • Coifa aspiração frontal bastante utilizada para equipamentos que geram muita gordura como chapas, fritadeiras e chairbroilers.
  • Coifa wash-pull que possui sistema de lavagem dos gases incorporado a ela.
  • Coifa push-pull que possui sistema de insuflamento de ar incorporado a ela formando uma cortina de ar em suas extremidades.

As coifas devem ser confeccionadas preferencialmente em aço inoxidável com no mínimo 0,94 mm de espessura, contendo ou não os acessórios como: Filtros metálicos removíveis para retenção de gordura, calhas periféricas com drenos para retenção e limpeza dos óleos e condensados acumulados em seu interior e luminárias.

REDE DE DUTOS utilizada como condutor dos gases e vapores, os dutos podem ser confeccionados em chapas de aço carbono (chapa preta), aço inoxidável 430 e 304, e em certos casos em aço galvanizado.

DAMPER DE REGULAGEM DE VAZÃO utilizado para equalização e ajustes de vazão.

DAMPER CORTA FOGO utilizado como prevenção contra incêndio no sistema.

EXAUSTOR utilizado para gerar a energia para movimentação do ar, vapores e gases dentro do sistema. Apresentam-se em dois tipos:

Exaustor centrífugo. De configuração tipo caracol, utiliza um rotor de pás curvadas para trás ou radial (para não armazenar gordura), acoplado a um motor elétrico através de polias e correias, contendo porta de inspeção e dreno para limpeza. É indicado para sistemas de exaustão de cozinhas, e contem as seguintes vantagens:

  • Pode ser montado de acordo com a necessidade do projeto quanto à vazão e pressão estática necessária;
  • Possui nível de ruído baixo;
  • Fácil manutenção;
  • Vida útil longa se realizadas manutenções preventivas.

Exaustor axial. De carcaça tubular, utiliza uma hélice acoplada a um motor elétrico, podendo ser de acionamento direto com hélice e motor instalados em seu interior, ou acionamento indireto através de polias e correias com motor instalado fora do equipamento. Por ter um custo acessível, é bastante utilizado, mas com restrições:

  • Utilizado somente em sistemas muito simples, onde a perda de carga do projeto não ultrapasse 20 mmca, devido a não ter pressão suficiente para fazer o ar vencer todos os obstáculos no percurso;
  • Nível de ruído muito alto;
  • Difícil manutenção;
  • Indicado para instalações em paredes ou telhados para promover renovações de ar dos ambientes;
  • Não é indicado para sistemas de exaustão de gordura.

CAIXA DE VENTILAÇÃO utilizada para insuflamento de ar nas cozinhas possui gabinete metálico com filtros na captação de ar, contendo exaustor centrifugo de dupla aspiração com rotor tipo SIROCCO, apenas para ar limpo.

EQUIPAMENTOS PARA TRATAMENTO DE AR, utilizados para o tratamento dos gases, vapores e fuligens antes de sua descarga na atmosfera.

DESPOLUIDORES ATMOSFERICOS E EXTRATORES DE GORDURA são utilizados para a retenção e tratamento dos vapores de gordura e fuligens antes da sua dispersão na atmosfera. Os mais utilizados são:

Lavadores. Proporcionam a lavagem dos vapores de gordura e fuligens, através da condensação, encharcamento, absorção ou neutralização dos poluentes em solução aquosa.

Precipitador eletrostático. Proporcionam a remoção de partículas através de ionização com alta tensão elétrica do fluxo da exaustão, e posterior coleta em placas com polaridade oposta ao da assumida pelas partículas, onde é feita a queima dessas partículas.

Filtros de carvão ativado. Reduzem odores, podendo ser utilizados nas saídas dos equipamentos de tratamento de ar. A utilização onde possa ocorrer encharcamento quando utilizados em equipamentos a base de água como lavadores, poderão comprometer sua eficiência.

*O tamanho dos equipamentos deve ser respeitado, pois o mesmo é definido de acordo com vazão do sistema.

**A utilização de equipamentos abaixo da sua capacidade reduzirá a eficiência do tratamento.

TERMINAIS DE DESCARGA utilizados para descarga e dissipação dos gases na atmosfera, como também proteção contra entrada de água para dentro do sistema.

GRELHAS e VENEZIANAS utilizadas para insuflamento, exaustão e descarga de ar nos sistemas de exaustão e ventilação.

QUADRO ELÉTRICO centraliza o comando e proteção dos motores elétricos.

SISTEMA DE EXTINÇÃO DE INCÊNDIO utilizados em estabelecimentos de economia múltipla, shoppings, hotéis, centros comerciais e outros, os quais devem possuir um sistema fixo de extinção de incêndio.